Com vocês, a juventude!

projeto megeA Aliança Pró-Saúde da População Negra surge da soma de esforços entre coletivos e pessoas com atuação antirracismo e seu impacto na saúde. Uma das organizações que compõe a Aliança é o Projeto Megê, presidido por Lucas Eduardo do Asé Igbin de Ouro, que destina-se ás questões de saúde mental na juventude, dada a alta taxa de suicídio na adolescência.  Confira abaixo a entrevista do presidente do projeto ao blog da Aliança.

  1. Gostaria que você se apresentasse e se contasse um pouco da sua história, da formação de sua identidade de negra…

Eu me chamo Lucas Eduardo, sou o presidente do Projeto Megê, nascido na Zona Leste de São Paulo, mais especificamente em Suzano, onde toda a história do projeto começou, e também onde minha história na militância. Não tem como falar da minha história sem falar do Megê, afinal de contas, como dizem por aí ele é o meu Bebe. Então seja bem-vindo ao universo Projeto Megê, onde “Pessoas Mudam Pessoas!”

  1. Qual sua caminhada na construção de sua carreira e militância, o fortalecimento dos seus saberes, até chegar à Aliança.

A minha militância começou nas causas estudantis em 2015 e desde então não parei mais. Anos depois damos inicio ao Projeto Megê. O projeto foi construído com muito suor e muitas noites sem dormir. Sempre estudei Psicologia em casa, e o que eu não encontrava na internet, eu ia buscar nos centros de referência, e um deles se tornou a Aliança, que nos recebeu não só como visitantes, mas como membros.

  1. Conte como nasce o coletivo e sua proposta de atuação.

O Projeto Megê nasceu no dia 20 de Janeiro de 2018, quando o nosso presidente (Lucas Eduardo) tentou suicídio, e logo após isso surgiu a ideia de se ter dentro das Escolas, alguém que falasse sobre saúde mental e vários outros assuntos taiscomo: Racismo, Preconceito, Bullying, de uma forma diferente, que não fosse maçante como as palestras comum, e desde então nós vamos as Escolas da região de Suzano para levar esses conteúdos. Hoje o projeto é formado por 90 pessoas, as quais 80 delas tem depressão, e são elas que ajudam as outras pessoas com depressão. Nosso lema é “Pessoas Mudam Pessoas”.

  1. O que inspirou o coletivo a ser parte da Aliança?

Bom; por ser um projeto novo, nós vimos na Aliança uma porta de entrada para aprofundar nossos saberes e somar na luta contra o racismo e o preconceito enraizado na nossa sociedade. Vimos nas Escolas publicas um grande numero de pessoas que muitas vezes eram intimidadas a ser quem eram, a usar um visual novo, a deixar aflorar a sua melanina e sua beleza, e faltava nelas uma inspiração. Volta e meia era comum ouvir a pergunta: “Por que?´´ quando se falava em ser você mesmo.

 

  1. Com quem o coletivo conta para ações de enfretamento ao racismo?

Tudo o que é feito no Projeto é pensado e realizado em conjunto, sendo assim, nós sempre conversamos com os membros para pedir opiniões e pensar em como vamos fazer aquilo, seja em forma de publicidade ou de ação. Para todas as ações, o nosso porta-voz é o Lucas, nosso `presida´, ninguém é melhor que ele pra passar conteúdo e humor ao mesmo tempo.

  1. Como esse coletivo percebe as demandas de saúde da população negra no seu território de atuação? Quais as ferramentas estratégicas da missão do Coletivo para a consolidação desse direito?

Quando recebemos um caso nós encaminhamos as pessoas as UBS onde elas possam fazer tratamento, ou a uma ONG onde ela possa se tratar, e nós sempre as acompanhamos, tanto durante, quanto depois do tratamento, sempre somos muito presentes, a ponto de a pessoa enjoar da gente e fazer o tratamento só de raiva!

Entendemos que um bom diálogo é a resposta pra tudo não é mesmo? Se não deu num canto vai dar em outro; a gente vai bater de porta em porta e dizer que queremos ajuda! E nessa pegada a gente vai juntando forças, amigos e muuita risada…

  1. Quais os desafios e próximos passos para o fortalecimento e continuidade da Aliança? E como esse coletivo pode cooperar?

Tem muita estrada pela frente, e nenhum dos nossos vai ficar pra trás, somos uma aliança, e aliança significa União; não é puxando saco não, mas essa Aliança é linda, não estou falando de aparência e sim da forma como as pessoas dão as mãos e são do tipo:“Vamo? Vamo!´´ e isso é maravilhoso. Enquanto o Projeto Megê estiver de pé, a gente vai chegar em peso na Aliança e dizer:“Estamos aqui, o povo precisa disso, disso e mais isso.´´ porque juntos somos mais fortes.

  1. Quem quiser conhecer mais sobre o projeto, pode acessa-los como:

Se você quiser conhecer um pouco mais sobre o Projeto Megê, dá uma olhadinha lá na nossa pagina no facebook ou nosso perfil do Instagram. Lá você encontra varias artes lindas com os nossos membros contando pro mundo uma mensagem diferente roda semana, e além disso, lá você pode nos pedir ajuda, seja lá qual for.

Facebook: https://www.facebook.com/ProjetoMegeOficial/

Instagram: https://www.instagram.com/projeto_mege/

  1. Mande um recado para quem nos lê!

Espero que tenha gostado de conhecer um pouco sobre o projeto, e um pouco da nossa trajetória, e eu convido vocês aconhecerem a nossa Aliança, e o nosso coletivo. Venham quando quiser; serão muito bem-vindos!

“Pessoas Mudam Pessoas

A arte Muda as Pessoas

O amor muda as pessoas

E o Projeto Megê muda os padrões.´´

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s