Organize a sua atividade e participe você também da Mobilização Pró-Saúde da População Negra no Brasil

Com a publicação do Manifesto em abril de 2022, e a Ocupação do 13 de maio em Atenção à Saúde da População Negra no Brasil, queremos ampliar a nossa mobilização em defesa do Sistema Único de Saúde, com especial atenção para a promoção da equidade enquanto resposta o racismo e seu impacto na saúde da população negra brasileira.

Queremos dialogar com as redes, núcleos, coletivos e demais organizações para tratarmos de agenda conjunta, pois, todas as oportunidades para a defesa de um sistema público de saúde, forte, universal, com equidade, integralidade e gestão participativa na conjuntura em que estamos, são mais que bem-vindas. Uma de nossas estratégias tem sido a busca pelo diálogo com as autoridades políticas, e entre elas, os candidatos às eleições de 2022, porque é preciso que os planos de governo acolham as nossas necessidades em saúde, tal como todas as outras.

Desejamos uma mobilização que seja intensa, envolvente e que nos leve ao alcance de tais objetivos. Dessa forma, queremos incluir a discussão sobre a Política Nacional de Saúde da População Negra nos debates que virão, ao longo do mês de julho (por exemplo, associadas ao Dia das Mulheres Negras da América Latina e do Caribe). Então, queremos convidar você e sua rede a participar de mais essa etapa do processo, organizando a sua atividade para a “Mobilização Pró-Saúde da População Negra em Defesa do SUS” para que a gente possa articulados, preenchendo o formulário direcionado disponível aqui.

A Saúde e a Cultura na Cidade Tiradentes: a Aliança convida ao XIX Fórum de Saúde da População Negra do Município de São Paulo.

A Cidade Tiradentes é um distrito do município de São Paulo, localizado na região leste da cidade, com uma população de mais de 210 mil habitantes. É um dos distritos que apresenta 56% de sua população negra – pretos e pardos.

Quais são os sujeitos que promovem as mudanças estruturais para a população negra neste distrito? Você conhece os aparelhos de saúde seus profissionais, os trabalhadores da cultura da Cidade Tiradentes e Zona Leste? Que histórias trazem a população negra desse distrito?

Para esse diálogo, convidamos Catarina Jesus (Agente Comunitária e Conselheira Gestora de Saúde), Edenilza Martins (Conselheira e Profissional da Saúde) e Anderson Balbino (Diretor da Escola de Samba Estrela Cadente) para nos contarem suas trajetórias e as vitórias e principais desafios que veem em seu território. Para assistir ao Fórum, que será transmitido online.

Inscreva-se no canal da Aliança no Youtube e ative o sininho para acompanhar as nossas atividades.

%d blogueiros gostam disto: