A saúde do trabalhador pede sua ajuda. Contribua!

Somos Terapeutas Ocupacionais do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador-Leste (CRST Leste). Estamos mapeando as demandas atuais sobre necessidades de cuidado em saúde mental, relacionadas ao enfrentamento da situação de pandemia devido ao Novo Corona Vírus (COVID-19), dos profissionais de saúde da zona leste de São Paulo e que atuam em UBS e Hospitais. Por isso, gostaríamos que respondesse esse breve questionário, por gentileza! As respostas são sigilas e o período para responder o questionário será de 13/08/2020 à 26/08/2020.

Acesse o link: https://forms.gle/14gwSi5ryJj5pMSy9

Edital 001/2020

São Paulo, 15 de agosto de 2020.

EDITAL Nº 01/2020

Ref.: constituição de organização da sociedade civil destinada à atenção à saúde da população negra.

Ficam convocados/as todos/as os/as interessados/as, nos termos do artigo 53, “caput”, da Lei 10.046 de 10 de janeiro de 2012 (Novo Código Civil Brasileiro), para participarem virtualmente, de Assembleia Geral destinada à constituição de organização da sociedade civil destinada à atenção à saúde da população negra.

A Assembleia ocorrerá no dia 05 de setembro de 2020, às 10h00 (horário de Brasília) em 1ª convocação, ou às 10h30 (horário de Brasília) em 2ª e última convocação, com qualquer número de presentes/conectados, conforme lista de presenças. Nesses termos, a Assembleia discutirá:

  1. Apreciação e aprovação de seu Estatuto Social e,
  2. Definição de sua sede provisória.

Poderão participar todos os associados e demais interessados no tema, conforme lista de presenças da referida Assembleia. Considera-se como lista de presença do evento, a confirmação da mesa diretora, informando o acesso dos interessados ao link da Assembleia (presentes à reunião), comparado com os e-mails recebidos anteriormente.

A Assembleia será transmitida ao vivo através do aplicativo Google meet ou outro similar que será amplamente divulgado e disponibilizado através de e-mail.

Para receber o link definitivo de acesso à Assembleia será necessário que os interessados confirmem presença através do e-mail observatoriopopnegra@gmail.com até as 0h00 do dia 04 de Setembro de 2020, véspera do evento.

São Paulo, 15 de agosto de 2020.

Ana Luísa Luiz da Silva – Convocante

Edital 002/2020 – Eleição de Diretoria Executiva e Conselho Fiscal

São Paulo, 15 de agosto de 2020.

EDITAL Nº 02/2020

Ref.: I Assembleia Geral Ordinária

Ficam convocados/as todos/as os/as interessados/as, nos termos do artigo 53, “caput”, da Lei 10.046 de 10 de janeiro de 2012 (Novo Código Civil Brasileiro), para participarem virtualmente, da I Assembleia Geral Ordinária, que deliberará sobre a 1ª. Eleição de Diretoria Executiva e Conselho Fiscal de organização da sociedade civil constituída em atenção à saúde da população negra.

Pauta:

  1. Discussão e aprovação do regimento eleitoral
  2. Recebimento de interessados a participar do pleito
  3. Eleição do mandato 2020/2023 – Diretoria Executiva e Conselho Fiscal

A Assembleia Geral Ordinária ocorrerá dia 05 de setembro de 2020, às 14h (horário de Brasília) em primeira convocação, ou em 2ª e última convocação, meia-hora depois, às 14h30, com qualquer número de presentes, conforme lista de presenças.

Poderão participar todos os associados e demais interessados no tema, conforme lista de presenças da referida Assembleia. Considera-se como lista de presença do evento, a confirmação da mesa diretora, informando o acesso dos interessados ao link da Assembleia (presentes à reunião), comparado com os e-mails recebidos anteriormente.

A Assembleia será transmitida ao vivo através do aplicativo Google meet ou outro similar que será amplamente divulgado e disponibilizado através de e-mail.

Para receber o link definitivo de acesso à Assembleia será necessário que os interessados confirmem presença através do e-mail observatoriopopnegra@gmail.com até as 00h00 do dia 04 de setembro de 2020, véspera do evento.

São Paulo, 15 de agosto de 2020.

Ana Luísa Luiz da Silva – Convocante

#100MILMORTOS POR COVID-19 NO BRASIL.

Mobilize-se nas redes sociais contra o descaso do governo

A #FrentePelaVida, espaço que reúne organizações da sociedade civil em defesa da Saúde no Brasil, convoca todas e todos para uma grande mobilização nas redes sociais, demarcando nosso luto e nossa indignação diante da negligência do governo federal, que fará o Brasil atingir em breve a marca de #100MilMortos causadas pela Covid-19. É uma tragédia nacional, já que a maioria dessas mortes poderia ter sido evitada se nossos governantes assumissem sua responsabilidade, seguissem a ciência e fortalecessem o SUS no enfrentamento da pandemia.

#100MilMortos   #FrentePelaVida   #LutoPelas100MilVidas

Confira a nota na íntegra em: https://frentepelavida.org.br/

O racismo e a educação antirracista a partir dos Terreiros, é tema de seminário na UNICAMP.

Disciplina “Giro epistemológico para uma educação antirracista: a cabaça-útero-terreiro como fonte dos saberes negros decoloniais no Brasil”.

Para se inscrever preencha o formulário: https://forms.gle/143gkPxskKfZ5FLM6  

Professora responsável: Gabriela Tebet

Professores convidados: Prof. Dr. Sidnei Barreto Nogueira (UNIESP – Lattes: http://lattes.cnpq.br/3608017696612568)

Profa. Dra. Ellen G. Lima Souza (UNIFESP – Lattes: http://lattes.cnpq.br/2996966307456495)

Dia e horário em que será oferecido: às terças-feiras das 14h às 17h início em 6/10 a 24/11.

1. Retornamos à encruzilhada: experiências decoloniais – por uma epistemologia de terreiro.

2. [O giro] De onde vem este carrego colonial: Intolerância ou Racismo religioso? Bases socio-histórico-culturais.

3. (Des-)potencialização dos saberes ancestrais negros. Qual o lugar do terreiro na sociedade da branquitude?

4. O retorno à encruzilhada como lugar de cura epistemológica: o ebó.

5. [a caminhada] A cabaça-útero-terreiro.

6. A encruzilhada-terreiro como lugar do brincar para aprender e do aprender brincando.

7. Lógica exúlica em princípios éticos, políticos e estéticos

8. O dia da entrega do ebó: as circularidades como locus de negação da ruptura epistêmica.

Bibliografia

ASANTE, Molefi K. Afrocentricidade. Philadelphia: Afrocentricity International, 2014.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Ed. UFMG: Belo Horizonte, 2005.

CARNEIRO, S. A Batalha de Durban. In: Estudos Feministas, Universidade Federal de Santa Catarina: Santa Catarina, 2002.

DIOP, Cheikh Anta. A unidade cultural da África negra. Luanda: Edições Mulembra, 2014.

DUSSEL, Enrique. Filosofia da Libertação. SP, Louola, 1977.

FANON, Frantz. Les mains parallèles. L’œil se noie. La conspiration, pièces de théâtre inédites, 1949/50.

 ____. Pele negra, máscaras brancas. Rio de Janeiro: Editora Fator, 1983. ____. Os condenados da terra. Juiz de fora: Ed. UFJF, 2005. (coleção cultura, v.2) ____. Pour la révolution africaine. – Paris: Maspéro, 1969.

____. Em defesa da revolução Africana. Lisboa. Livraria Sá da Costa. 1969. ____.

L’An V de la révolution algérienne.. – Paris: F. Maspéro, 1962. Fatunmbi, Fa’lokun. Ori (The

Metaphysical Foundations of Ifa Book 4). Unknown. Edição do Kindle. GONZALEZ, Lélia. Primavera para as rosas negras. São Paulo: Diáspora Africana, 2018.

KARENGA, Maulana. A função e o futuro dos estudos africana: reflexões críticas sobre sua missão, seu significado e sua metodologia. In: Nascimento, Elisa L. (Org.). Afrocentricidade: uma abor-dagem epistemológica inovadora. São Paulo: Selo Negro, 2009. p. 333-359.

MADHUBUTI, Haki; MADHUBUTI, Safisha. Educação afrocentrada: Seu valor, importância e necessidade no desenvolvimento de crianças negras. Trad. Roberta Maria Federico (2018). In: Journal of Education. Boston. v. 172. n.2. 1990.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. 3. ed. São Paulo: n-1 edições, 2018. MOORE, Carlos. Racismo e sociedade: novas bases epistemológicas para entender o racismo. Belo Horizonte: Nandyala, 2012.

NASCIMENTO, Abdias. O quilombismo. Petrópolis: Vozes, 1990. NOGUERA, Renato.

“Afrocentricidade e educação: os princípios gerais para um currículo afrocentrado”. In: Revista África e africanidades. v. 3. n.11. nov 2010. Disponível em: http://www.africaeafricanidades.com.br  

____. “Ubuntu como modo de existir: elementos gerais para uma ética afroperspectivista”. In: Revista da ABPN. v.3. n.6. p. 147-150, nov./fev., 2011-2012. NOGUEIRA, Sidnei Barreto. Intolerância Religiosa. São Paulo: Sueli Carneiro: Polén, 2020.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: Edgardo Lander (Org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais – perspectivas latinoamericanas. Buenos Aires, CLACSO, 2005. p. 227-278

OMOREGBE, Joseph. “African Philosophy : Yesterday and Today” In: CHUKWUDI, Eze Emmanuel. African Philosophy: an Anthology. Massachusetts/Oxford: Blacwell Publishers,1998, pp.77-98

RIBEIRO, Djamila. O que é lugar de fala? Belo Horizonte: Letramento: Justificando, 2017.

RUFINO, Luiz. Pedagogia das Encruzilhadas. Mórula Editorial. Edição do Kindle.

SANGODE, Iya Afin Ayobunmi. Sango: The Cult of Kingship (p. 12). Unknown. Edição do Kindle.

SILVA, Vagner Gonçalves. Exu: o guardião da casa do futuro. Rio de Janeiro: Editora Pallas, 2015

SODRÉ, Muniz A. C. Pensar nagô. Rio de Janeiro: Vozes, 2017, 238 p.

SOUZA, Ellen Gonzaga de Lima. Experiências de Infâncias com produções de culturas no Ilê Axé Omo Oxé Ibá Latam. 2016. 182 fls. Tese (Doutorado). Programa de Pós-graduação em Educação. Universidade Federal de São Carlos. São Carlos – SP, 2016.

SOUZA, Ellen Gonzaga Lima. Bebês, cultura e raça em terreiros de candomblé: diálogos com HampateBâ. In: TEBET, Gabriela. Estudos de bebês e diálogos com a sociologia. São Carlos: Pedro & João Editores, 2019.

Última cidade sem caso em SP prioriza atenção básica como forma de combate à Covid-19

Santa Mercedes levou os seis agentes de saúde para visitar todos os domicílios e informar moradores sobre a doença

Confira matéria no Jornal folha de São Paulo, desta sexta-feira, 14 de agosto, no site: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/08/ultima-cidade-sem-caso-em-sp-prioriza-atencao-basica-como-forma-de-combate-a-covid-19.shtml

Convite do Xirê: novos desafios.

XIV Reunião Técnica de IST/AIDS e Religiões Afro-Brasileiras

Objetivo: Monitoramento do Projeto Xirê

Dia 25 de Agosto, às 14h via remota. 

Pauta: “Metodologia e recursos tecnológicos”

Link: https://meet.jit.si/ProjetoXire

Instruções – como entrar na sala:

– clicar no link acima ou copiá-lo e colá-lo no endereço da página do seu navegador;

– Ao ser redirecionado à página da reunião, deverão se identificar com Nome e Instituição, na sequência clicarem Join Meeting;

– Após esse processo serão redirecionados para a sala de reunião.

Sobre as eleições de 2020

Guarde essa data: 26 e 27/08/2020

A Escola de Contas Públicas do TCE/AL em parceria com o SEBRAE/AL promoverá o Primeiro Webinar do “Último Ano de Mandato – Eleições 2020. O evento pretende reunir representantes de Instituições Públicas de diversas regiões do país para orientar sobre as regras específicas vigentes para o período, diante da proximidade do encerramento dos mandatos eleitorais municipais.

Prefeitos, Presidentes de Câmara, Secretários municipais e demais gestores e equipe técnica dos Poderes Executivo e Legislativo Municipal, especialmente os Controladores Internos, Contadores, Presidentes de Comissão de Licitações, Pregoeiros e equipe de apoio, Micros e Pequenos Empreendedores, Estudantes, Professores, candidatos, partidos políticos, eleitores e demais interessados.

Inscrições abertas e gratuitas – https://www.tceal.tc.br/avaliacaoeventos/login.php

Informações pelo WhatsApp: (82) 996994186 ou (82) 991089409